segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

E agora é como ver-te sem o meu sorriso... Tudo sem cor. Tudo sem brilho. Como ver-te sem o toque das minhas mãos. Tudo áspero. Tudo escuro... Esperas por mim numa noite em que sabes que não volto e, agora, é tudo um bocadinho mais triste. Porque queria pousar em ti, voltar a dar-te o meu sorriso e o toque das minhas mãos mas estou presa. Num caminho onde o teu nome e os teus sonhos apenas vivem no meu coração e não, também, nas alçadas do meu abraço. Num caminho onde o teu olhar é miragem e o nosso amor apenas recordações... Onde o teu sorriso não encontra o meu brilho e o meu olhar a tua canção. Amamo-nos... Mas o meu coração gelou com o teu amor lá dentro. Amamo-nos... Cada um no seu olhar. Cada um no pensamento um do outro mas em paredes inimaginavelmente separadas. Esperas por mim numa noite em que sabes que eu não volto e é tudo triste. Ter barreiras para te encontrar. Ter espadas que cortam o coração e espinhos que rasgam a pele por te amar... Esperas por mim numa noite sem fim onde eu não chego porque o meu coração parou. De cansado abandonou os sonhos e de tanto te amar procurou te deixar... Esperas por mim... Ansioso pelo meu amor mas os segundos passam e continuas sem me ver chegar. Vamos esperar. O meu coração cansado, de tanto rasgar, balança e gela por caminhos que não te encontram nem te querem encontrar. Vives nele, mas, agora, não no sorriso do meu abraço. Amamo-nos... Mas, agora,  é como ver-te sem o meu sorriso no teu. Triste, sufocante, paralisante... Triste, porque o meu coração gelou e o teu amor vive dentro dele. Esperas por mim... Mas o amor também descansa. Quando rasga sem tempo para pedir perdão e sofre no infinito por cair sempre que não sabes ler o meu sorriso e cantar o meu coração. Esperas por mim... É triste. Mas o amor também descansa além de amar.... Porque  sofre. E o meu rasgou demais, sofrendo ainda mais também...

10 comentários:

  1. Eu nem tenho palavras para os teus textos, são tão únicos, tão especiais, oh tão maravilhosos. Tão teus não é? Oh Marianinha que te agradeço do fundo do meu coração. Beijinhos, mil beijinhos

    ResponderEliminar
  2. o amor traz sorrisos e alguma dor. oh, deixa que o coração voe outra vez, querida Mariana.

    ResponderEliminar
  3. "Mas o amor também descansa além de amar.." eu prendo-me às tuas palavras,sabes?

    ResponderEliminar
  4. Sabes que tu também o és? Acredita linda

    ResponderEliminar
  5. sou sincera e preocupada, só isso! o teu coração parece-me demasiado doce para andar por aí perdido, desfeito em pedacinhos. mas sim, ele irá levantar voo, eu acredito :)

    ResponderEliminar
  6. Mariana, que tudo se recomponha e que esse coração fique como deve estar : saudável.
    Mil beijinhos

    ResponderEliminar
  7. a tua escrita é fenomenal, a sério que sim. encantas qualquer pessoa que venha cá <3

    ResponderEliminar