quinta-feira, 17 de janeiro de 2013



Sei que me vês.  Que me sentes. Que me amas. Sei que não desapareceste. Sei que ainda me guardas em ti. Sei que partiste mas que o teu coração ficou cá. Sei que percebes os meus passos... Que lutas para que seja feliz. Sei que daí de cimas sabes mais de mim do que eu própria. Sei que onde quer que estejas nunca ousarás em fugir para longe de mim. Sei que adoravas voltar cá. Sei que respondes ao que te escrevo nas paredes do céu. Sei que sentes a minha falta. Sei que sentes a minha dor. Sei que tens o meu sorriso e que és feliz comigo. Sei que me vês. Que nunca me deixarás sozinha. Sei que o amor que me davas continua contigo, continua comigo... Sei que o abraço que tinhas continua contigo, continua comigo... Sei que a Mãe que eras continua dentro de ti, continua a viver em mim... Sei que viverei sem ti mas para sempre contigo. Sei que lutas por mim. Que me vês. Que me sentes. Sou um bocadinho mais feliz por acreditar que apesar de teres morrido vives dentro de mim e por isso és viva. Nunca morres naquilo que sou. Sei que lutas por mim mamã. Sei que sofres quando sofro, que amas quando amo. Sei que és o que sou. Que te manifestas nos meus passos. Que tudo de mim é teu. Sei que partiste mas que ficaste ao mesmo tempo. Sei que te amo. Que tenho saudades. Que escrevo para que não te sintas só. Mas para eu não me sentir também. Sei que me vês.  Que a toda a hora me amas. Lembro-me de ti e sei quem sou. Perdi-te uma vez na altura da tua morte porque me perdi a mim própria também... Hoje sou senhora de mim. E grito ao mundo todo, sem medo, que sei que estás em todo o lado que estou. Que sou feliz por acreditar que partiste mas que partiste para dentro de mim. Sei que me vês. Que eu te vejo. Que me falas. Que eu te falo. Que me amas. Que te amo. Que és feliz. Que sou feliz. Que sou tão feliz por pensar no teu sorriso a sorrir de novo. Adorava ter-te cá. Sei que sofres quando choro por ti mas não quero que fiques assim. Eu sofro por amor como sou feliz também por ele. Pensa que o meu coração é como um passarinho que voa a toda a hora para te encontrar. Pensa que o meu destino final és sempre tu... Que nenhum outro amor me fará voar assim. Sei que me ouves, que me lês, que sentes o que escrevo.  Até amanhã mamã. Pensa que é o meu beijo que te adormece esta noite porque acabei de voar para ti.....

6 comentários:

  1. Arrepiante. Perdi-me nas tuas palavras porque.....tu sabes bem porquê. Estimo-te, Mariana.

    ResponderEliminar
  2. tenho esperança de te encontrar, um dia destes. gostava mesmo de manter o contacto contigo, Mariana bonita.
    fico encantada de cada vez que cá venho :)
    um beijinho grande para ti <3

    ResponderEliminar
  3. deixas qualquer pessoa a flutuar nas tuas palavras. fazes magia com elas

    ResponderEliminar
  4. muito bonito.
    dá uma olhadela nas minhas palavras:
    http://risingbelow.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Ainda escreves com amor e entusiasmo. Ai essas palavras, como gosto de lê-las mesmo que a "história" não seja "bonita".
    Olha, obrigada pela contribuição no meu blog.

    ResponderEliminar

Até Já

A minha foto
Amor, saudade, dor, ausência, paixão...