quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Amo-te. Acho que é assim que dizem que se prenuncia o amor, com o "Amo-te". Mas há tantas formas de dizer amor. Tantos olá's que dizem o que me és e tantos adeus que se transformam em até já's quando és tu quem corre nas minhas veias.Tantos sorrisos meus que são exatamente igual aos teus - por serem feitos de ti-, e tantos sonhos perdidos  que se tornam em histórias verídicas porque quem encontro, no desencontro, és tu. Sempre tu. Como se o meu coração não soubesse fazer mais nada, amar mais ninguém. Dizem que se retrata o amor com "Amo-te" mas eu sei dizê-lo de tantas maneiras, de tantas formas, mesmo em silêncio, mesmo a sonhar, mesmo sendo eu, mesmo não sendo (quando sou a felicidade que reina no teu olhar), que torna-se fantástico sentir que o sei dizer de tantas maneiras... És o que sou. Porque sou. Porque o quero ser. Contigo. Nunca sem ti, porque não era possível. Aprendi a amar desta maneira contigo:  doce, tão delicada, tão selvagem, tão vontade de querer sempre estar... Dizem que é com o "Amo-te" que se acaba de explicar o que é o amor mas eu acrescento tanta coisa... Quando és tu dentro de mim acrescento tanta coisa. Tanto suor mágico, tanta vontade de ser uma só naquilo que és, de conseguir ver todos os teus sorrisos sabendo que ainda existem tantos mais porque é quando os nossos olhares se cruzam que mais sorrisos a nossa alma tem... Exato, nunca te disse. És cheio de sorrisos. De meus sorrisos. Sorrisos que te sorriem pelos lábios, pelos olhos, pela alma, pelos sonhos, pela forma como, simplesmente, balanceias o teu corpo na esperança de eu ser sempre o teu porto de abrigo... És cheio de magia, também. Todo tu és magia para mim estando do meu lado, muito longe ou o mais perto possível. És cheio de amor, principalmente. Cheio de coisas boas que me fazem sorrir só de pensar que és o meu menino e eu a princesa que constrói o teu castelo... Só de pensar que não há mais ninguém assim e que eu tenho assim alguém. Que eu tenho a minha pessoa. Que te tenho a ti. Por inteiro... De todas as formas, maneiras e idiomas que existem no amor. Dizem que é com o "Amo-te" que se termina... Eu termino sem conseguir terminar porque amar-te é apenas um décimo daquilo que proporcionas em mim. Não há ninguém melhor. Nada mais especial. És o que de melhor a vida me deu. Amo-te seja lá o que esta palavra significar com o maior significado possível. És o meu coração, que de tão pequenino voa nas tuas asas, que de tão quentinho aquece o teu coração.

7 comentários:

  1. Ai, lágrimas nos olhos, sorriso no coração. « Dizem que é com o "Amo-te" que se termina... Eu termino sem conseguir terminar porque amar-te é apenas um décimo daquilo que proporcionas em mim.» ai lindo, lindo! O melhor texto de amor que já li.

    ResponderEliminar
  2. Meu deus, este texto fez-me reflectir de uma maneira incrivel, é tudo tão verdade, e a palavra 'amo-te' a verdade é que é escrita, mas parece ser sentida. amei mesmo, parabéns <3

    ResponderEliminar
  3. Pois está, e ele um dia irá ao meu encontro. <3

    ResponderEliminar
  4. tu é que és e este texto está maravilhoso, arrepiei-me com cada palavra, cada frase. escreves tão bem doce

    ResponderEliminar
  5. obrigada pelas palavras, de coração <3

    ResponderEliminar
  6. "Mas há tantas formas de dizer amor." fico deliciada com as tuas palavras Mariana! sempre com um dos melhores blogs:))

    ResponderEliminar
  7. Uma acção sincera é tão mais linda do que um "amo-te"! Palavras o vento leva. Acções a memória conserva. E é assim que o verdadeiro amor se mostra.

    ResponderEliminar

Até Já

A minha foto
Amor, saudade, dor, ausência, paixão...