quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015


Obrigada. Seja lá qual o porquê de me apetece dizer-te obrigada. Talvez porque sou feliz… Talvez porque és tu o dono do arco-íris que a minha felicidade tem. Talvez porque é o que te rodeia que me faz ser tão rodeada de sorrisos tão simples, tão bonitos, tão capazes de voar só com uma rajada do vento por serem tão belos e amplos. Obrigada. Por me preencheres o coração com o gosto mais bonito do universo. Por fazeres com que os meus dias tenham sempre mais que vinte e quatro horas de amor, mais que vinte e quatro horas de abrigo. Por fazeres com que a vida pareça mais bonita e que eu me pareça mais bonita também. Porque sei que o sou quando estou contigo (e estou contigo sempre no coração). Porque sei que o sou porque brilho. Porque me sinto leve como o meu sorriso. Obrigada. Por fazeres de mim um pássaro livre sempre com um ninho à espera. Por fazeres aquilo que ninguém é capaz de fazer sem amar alguém. Obrigada. Não quero que a palavra se gaste mas hoje estou feliz só de poder ouvir a tua voz. Só de conseguir saber que todos os caminhos que percorra têm o sabor dos teus lábios e que todas as ruas que encontre tenham o jardim do teu corpo plantado. Obrigada por me fazeres feliz, uma mulher mais completa. Uma mente mais aberta. Um caminho cheio de histórias para conhecer. Às vezes acho que sou mais porque te tenho a ti e sei que tenho razão. Somos mais quando estamos apaixonados. Somos mais quando somos amados. Somos mais quando as razões não valem nada à beira da escolha que as pessoas possuem. Obrigada por seres o céu que cobre a minha vida. Por seres quem sempre está há minha espera. Quem sempre me espera, quem sempre me alcança, quem sempre me apanha, quem sempre não tem dúvidas em saber onde é o meu lugar. Amo-te. A ti, à maneira como me amas e percorres o meu corpo, como acalmas e como me tiras do sério. A vida sem amor é uma vida sem recompensa. Onde a palavra obrigada fica sem metade do sentido. Obrigada. Por me fazeres bem e por isso seres o homem da minha vida. Amo-te. E obrigada. Por continuares a deixar com que a tua vida seja a minha vida também.

3 comentários:

  1. Estou a chorar. Obrigada. Obrigada mesmo.

    ResponderEliminar
  2. Por muito que as coisas do coração não se agradeçam, às vezes é a única palavra que conseguimos proferir é um obrigada que também vem desse órgão tão extraordinário. Eu também te agradeço, nesta minha pequea visita, por todas as palavras de carinho que já li da tua parte, e obrigada também por ser uma honra ler tudo isto que escreves por aqui. Que nunca abandones este canto onde me sinto em casa:)

    ResponderEliminar

Até Já

A minha foto
Amor, saudade, dor, ausência, paixão...