terça-feira, 20 de outubro de 2015

A minha guerreira


A tua voz acordou no meu ouvido. Num dia em que faz tanto sol acordei com o teu abraço embrenhado no meu corpo. Num dia em que a tempestade passou voltas para o colo que nunca foi nada senão teu. Há manhãs que nos acordam... Para a vida. Para a falta que algumas pessoas nos fazem. Desde que te perdi que vivo essas manhãs. Desde que te tiraram da cama que dormias, tão perto da minha, que adormeço para acordar. Desde que partiste dos dias felizes e menos felizes que acordo para te sentir mais perto. Mais minha. Há saudades que nos levam para sítios do mundo que nunca sonhamos que seriam capazes de existir. Há desejos que nos transportam para dimensões que nunca pensamos que seríamos capazes de suportar. Sinto a tua falta. Dos teus cabelos. Da tua voz... Aquela que fazia com que suportasse a dor de ter ver sofrer. Aquela que fazia com que a minha fosse mais segura. Mais ouvida. Mais forte. Dos teus cabelos... Esses que ainda hoje fazem inveja aos meus. Dos teus colares. Da tuas blusas. Sempre tão bonitas. Tão sonhadoras. Sempre recheadas de cor e de flores. Dos teus vestidos... Os teus vestidos. Daqueles que ainda hoje uso para me sentir como tu. Para saber que sou uma guerreira. Que toda a saudade do mundo existe para que eu suporte viver sem te ter a viver do meu lado. Para acreditar que todos as lágrimas que broto são a manifestação mais pura de amor que deixo sobre tudo o que elas escorrem. Para ter a certeza que de todos os sorrisos que transpiro és tu quem os embeleza. Que lhes dá a sua magia. Aquela que tinhas mesmo quando estavas em silêncio. Aquela que te acompanhou a vida toda. Essa que será eterna. A magia de seres tu. A maior e mais bonita que alguma vez encontrarei na vida que escolho todos os dias viver....
Num dia em que faz tanto sol acordei com o teu abraço embrenhado no meu corpo... Sabe lá o mundo que é assim todos os dias. Sonhará lá o mundo a quantidade de vezes que adormeci... Só para acordar.

Nos teus braços.

3 comentários:

  1. Adorei, adorei, adorei *_* tu escreves tão bem querida, tens talento isso sim :)

    ResponderEliminar
  2. Que palavras tão lindas e sentidas :') a saudade e dos sentimentos mais difíceis de suportar e mais agridoces também.

    ResponderEliminar
  3. Maravilhoso texto. Escreves tãoo bem!

    ResponderEliminar