quinta-feira, 1 de março de 2012

Chega a um momento que já não é dor. É conformismo. Um ponto em que não é tristeza. É rotina. Um momento em que se não virarmos a página corremos o risco de apodrecer dentro de um livro. Um momento em que se não dermos um sorriso corremos o risco de guardar as lágrimas para sempre. Um momento em que decidimos viver ou não, porque nem sempre estamos acordados para a vida. E nem sempre vemos o quão bonito é o sol, o quão bonitas são as nuvens que desenham o amor, os jardins que florescem as cidades, as flores que dão cor aos passeios. Existe um momento na nossa vida, ou vários, em que não nos apercebemos que a vida é linda. Em que não nos apercebemos disto: que é loucura odiarmos todas as rosas porque um dia um espinho nos espetou. Porque existe muito amor por aí. Tanto amor por aí. Tanta felicidade a ser preenchida. Tantas amizades a ser desvendadas e tantos sorrisos ainda a ganhar vida. Chega a um momento em que já não é dor, nem sofrimento, nem nada... E quando esse momento chega e não acordamos corremos o risco de não viver e de mudar de capítulo antes da história acabar... Por isso, vive. Acorda. Os teus sonhos são teus. Os teus medos do vento são... Basta os fazeres voar

7 comentários:

  1. quanto a isto está: sem palavras!! tens mesmo jeito para isto

    ResponderEliminar
  2. chega o momento em que nos habituamos.. e se o sentimento não desaparece, aceitamos e vivemos com ele escondido nas profundezas do coração. Sabemos que ele existe e que está cá, mas não podemos olhar para trás..

    ResponderEliminar
  3. Um dos melhores textos sem dúvida. Concordo perfeitamente. De que vale andarmos por aí nos cantos a chorar por amores perdidos e amizades que nem valem apena ? Não vale de nada, o bom da vida é saber vive-la.
    Sinceramente adorei este post. *

    ResponderEliminar
  4. de uma maneira muito simples, fizeste-me perceber o quão maravilhoso é viver.

    ResponderEliminar
  5. Olá, parabéns pelo seu blog.
    Te convido a conhecer o meu,
    http://carmasepalavras.blogspot.com/

    ;)

    ResponderEliminar
  6. tu é que me emocionas, nem sabes o quanto. és uma princesa, Mariana.

    ResponderEliminar